quarta-feira, 7 de julho de 2010

Montreal Stop

 Faço este registro pensando naqueles que como eu estão descobrindo o vôo livre. Para os praticantes mais assíduos da modalidade não creio que agregue algum conhecimento.

 O Montreal Stop (na foto o maior para F1B e o menor para F1G), assim como demais mecanismos, é uma forma de travar a hélice de um modelo à borracha quando a carga chega ao fim permitindo assim que a hélice se dobre. A maioria dos mecanismos faz uso de uma mola cuja força é contraposta pela tensão da borracha, quando a carga chega ao fim a borracha afrouxa, o eixo corre em uma bucha e a hélice trava.

 O Montreal Stop por outro lado depende do torque e não da tensão. Isso é especialmente importante pois permite que o comprimento das tiras seja alterado sem prejudicar a trava (lembre que o método convencional não permite tiras curtas demais). Além desta vantagem, por dispensar o translado do eixo este pode ser montado em rolamentos o que reduz as folgas e os atritos.


 Esta trava funciona basicamente da seguinte forma:


1) O eixo que recebe a borracha em uma ponta transfere o torque para o disco que contém as pás através de um pino fora de centro
2) Este pino é forçado por uma mola a entrar num fura na parte fixa do nariz o que faz a trava.
3) O pino é consegue entrar no furo da parte fixa quando o torque da borracha é muito pequeno pois este ao ser transmitido pelo eixo aumenta o atrito entre o pino e seus guias. Quando acaba o torque, acaba o atrito e o pino trava o disco com as pás.